O Montelena by Tarraf, empreendimento residencial de alto padrão da TARRAF, acaba de receber o Selo Casa Azul da Caixa Econômica Federal na categoria Prata.

Para Olavo Tarraf Filho, vice-presidente da TARRAF, a certificação concedida pela Caixa reafirma o compromisso da empresa não só com a inovação que lhe é característica, com projetos que se tornam marcos arquitetônicos como no caso do Montelena, mas um compromisso também com a sustentabilidade e a qualidade de vida de seus moradores e da sociedade como um todo.

O Selo Casa Azul da Caixa é uma classificação socioambiental que reconhece soluções eficientes e sustentáveis de empreendimentos que valorizam a qualidade urbana, eficiência energética e conforto ambiental, a gestão eficiente da água, o desenvolvimento social, a inovação, entre outras premissas.

“O Montelena é um projeto do seu tempo, e essa certificação valoriza ainda mais o empreendimento, uma vez que, além de atestar a qualidade, o selo mostra que o projeto está em sintonia com as preocupações do mundo atual e real, sintonia com a sustentabilidade, com o respeito ao meio ambiente e com o desenvolvimento urbano planejado da cidade”, diz Tarraf Filho.

Obras aceleradas

Localizado numa das regiões mais nobres de Rio Preto, o Montelena, residencial de luxo da TARRAF, está literalmente mudando o cenário no entorno do Shopping Iguatemi, zona sul da cidade. Mudança já bastante visível graças à velocidade da construção.

As obras começaram em outubro do ano passado e estão aceleradas. A entrega das duas torres, batizadas de Áurea e Rubra, está programada para o final de 2021.

Único em conceito, projeto, tamanho e estilo, e inspirado no que há de mais atual em design e arquitetura no mundo, o Montelena representa um marco na história de mais de 60 anos da TARRAF.

A torre Áurea, onde se encontram os apartamentos maiores, de 343 m², quatro suítes e cinco vagas de garagem, por exemplo, está há meses com todas as unidades vendidas. Já na Rubra, onde estão mais 22 apartamentos de 256 m², restavam apenas nove. A partir deste mês, a TARRAF inicia uma campanha com condições especiais para venda das últimas unidades.

“Rio Preto já merecia um empreendimento como o Montelena, que reúne o que há de melhor no mundo contemporâneo em termos de tendência no segmento de alto padrão, e que, certamente, será referência para o mercado imobiliário”, diz Olavo Tarraf, presidente da TARRAF.

Na visão de Olavo, o Montelena oferece uma opção mais inteligente de morar para um público que não abre mão de espaço e conforto, mas que se ressente das obrigações de manutenção de uma casa em condomínio, por exemplo, e sem as vantagens que um produto como o Montelena pode oferecer.

Com 17 mil m² de área construída em um terreno de 3.150 m² ao lado do Iguatemi, o Montelena terá 12 andares e 33 apartamentos distribuídos entre suas duas torres (sendo o 1º andar de área comum aos moradores). O valor geral de vendas (VGV) é de R$ 64,5 milhões.

A melhor vista de Rio Preto

Além da vista privilegiada e panorâmica sobre uma das regiões mais bonitas de Rio Preto, graças às varandas de vidro fechadas do pé até o teto, e caixilharias de padrão europeu (um convite à contemplação), todas as unidades contarão com um interfone inteligente em tela touchscreen, recirculação de água quente e infraestrutura para a instalação de aspirador central e de ar condicionado até mesmo nos banheiros, entre outras facilidades.

Nas áreas comuns, desde o hall de entrada com pé direito duplo, lounge social com mobiliário, talheres e enxoval completo e personalizado Montelena, spa, hidromassagem, piscina aquecida com tratamento de ozônio, “praia de pedras” com pedregulhos rolados e afixados no chão para massagear os pés, tudo no empreendimento concorre para criar tanto para os seus moradores quanto para os convidados a experiência de estar num hotel com serviços cinco estrelas.

Portaria blindada, elevadores com controle de acesso, infraestrutura para o abastecimento de carros elétricos, área para lavagem de veículos, brinquedoteca hightech e academia technogym serão outros dos muitos diferenciais.

Inspiração e conceito

O projeto arquitetônico do Montelena é resultado de um estudo do que existe de mais atual em design. Empreendimentos residenciais de referência em sofisticação, como Fendi Chateaux e o Regalia, ambos em Miami (onde o preço do metro quadrado pode chegar a R$ 60 mil), foram as principais fontes de inspiração.

Já o nome do empreendimento, Montelena, faz conexão com o Chateaux Montelena, vinícola no Vale de Napa, na Califórnia, que, em 1976, com seu rótulo de Chardonnay, ficou em primeiro lugar em um teste às cegas em Paris, fato que chocou e abriu os olhos do Velho Mundo para a qualidade dos vinhos produzidos fora da Europa. A história virou até filme, “O Julgamento de Paris” (2008), de Randal Miller.

“E assim como o vinho o nosso Montelena chega para fazer o mesmo: surpreender o mercado, subir a régua, marcar o momento da virada no nível de edifícios de alto padrão em Rio Preto”, lembrou Olavo Tarraf à época do lançamento.

O projeto de arquitetura do Montelena é assinado pelo escritório Königsberger Vannucchi, de São Paulo, reconhecido por projetos emblemáticos como Brascan Century Plaza e Sesc Paulista, ambos na capital. Já o projeto paisagístico e o design de interiores trazem respectivamente as assinaturas de Luciano Fiaschi e Solange Cálio.

 

Foto: João Cordioli

Vamos conversar?

Preencha o formulário abaixo e nos conte o que você precisa.

 
(17) 3201-7510
falecom@comunic.com.br